terça-feira, 19 de maio de 2009

Itumirin tem origem em uma história de amor. Goulart Brum, comerciante, apaixonou-se pela filha do bandeirante Amador Bueno, da mesma família de Armador Bueno “O Aclamado” rei do Brasil em São Paulo. Armador Bueno era um rico fazendeiro, e sua fazenda ficava onde se encontra o município de Itumirin hoje. Ele era contra o casamento da filha com um simples comerciante de bugigangas. Amador era da nobre família Bueno, de famosos bandeirantes que desbravaram o Brasil. Queria um noivo para sua filha que fosse mesma nobreza que a dela.Irritado com a proibição do casamento, Goulart planejou uma fuga com a filha de Amador. Certa noite pegou seu cavalo e foi em direção a fazenda, burlando a vigilância dos empregados, fugiu com a moça para o arraial de Campanha. Ali se casaram e ficaram escondidos na região por alguns dias.Goulart sabia que Amador iria mandar seus empregados para acharem os fugitivos. Com esse temor, tomou coragem e decidiu voltar com sua esposa para a fazenda do sogro e se entregar. Pois já tinha ouvido falar das ameaças do sogro.Chegando na fazenda, todos ficaram surpresos com a coragem de Goulart. Amador quando viu ele e a sua filha teve vontade de matar ele ali mesmo. Mas olhou para sua filha e viu que ela realmente gostava de Goulart. Pensou alguns minutos sem dizer nada, e derrepente falou:___Vou perdoar vocês dois e abençôo o casamento...A família de Amador chegou no Sertão das Carrancas em 1720. Era uma bandeira com várias integrantes que vinha de São Paulo para explorarem o grande sertão.Aportou primeiro nas margens do rio Grande no município de São João Del’ Rei. Faziam para dessa bandeira: Capitão Francisco Luiz Bueno da Fonseca, seus filhos, Capitão Manuel Francisco Xavier Bueno, Pascoal Leite Pais, Salvador Jorge Bueno, Capitão - Mor Diogo Bueno da Fonseca, Capitão de cavalos Pedro da Silva Miranda com alguns escravos e parentes. Deram o nome de Nossa Senhora da conceição do Rosário da cachoeira do rio Grande, e ali construíram uma capela com o mesmo nome. Possuíam muitas terras e começaram a povoar e explorar ouro na região.Anos depois fundaram a cidade de Lavras. O primeiro nome foi Lavras do Funil e surgiu por volta de 1729 com a descoberta de ouro. Quem descobriu ouro em Lavras o bandeirante Capitão Francisco Luiz Bueno da Fonseca.Lavras do Funil cresceu rapidamente por causa das minas de ouro. Em 1751 foi construída uma capela de dedicada a Santa Ana. O povoado em 1760 já possuía mais habitantes que o povoado de Carrancas, sede da freguesia.Os filhos de Francisco Bueno fundaram a capela de Nossa Senhora da Conceição do Rosário dos Serranos, onde tem início a origem de Serranos.O Capitão Mor Francisco Bueno da Fonseca de acordo com o livro de óbito nº. 1 de Lavras (do arquivo público), morreu em 1752 com mais de 80 anos de idade.

2 comentários:

  1. Estou seguindo o blog e curtindo as histórias da região da minha Carrancas.

    Abraço

    Paulinho do "Sô Rubens".

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir